sábado, 30 de agosto de 2014

RUBRO AMANHECER

Tom Cooper - Rubro Amanhecer


Caindo do alto do penhasco, como uma fita de prata brilhando ao sol da manhã, uma cascata espumava no rio e oferecia um cenário de beleza e poesia aos dois amantes prestes a realizar seu desejo. “Venha, Nancy”, chamou Brad, puxando-a gentilmente para seus braços, num convite irresistível ao prazer. Naquele instante eram apenas homem e mulher, no eterno jogo amoroso, esquecidos do inimigo que os espreitava sobre as rochas, pronto a tirar-lhes a vida. Alguém sabia que os dois estavam para descobrir o chefe da intricada rede de traficantes que agia em Washington, e não hesitaria em mata-los, atirando seus corpos no riacho cristalino, o mesmo que eles haviam escolhido para testemunhar seu romance.

BAIXAR

Nenhum comentário:

Postar um comentário